Sábado, 19 de Dezembro de 2009

Alice no País dos Ricos

É Natal, é Natal. As lojas enchem-se de gente, os dentes rangem de frio, as iluminações animam as noites, a correria pelas prendas é cada vez maior, o cheiro desta altura do ano entra-nos pelas narinas e preenche-nos de espírito natalício... Tudo isto era lindo, se fosse verdade. A não ser o frio, não vejo mais nada do que enunciei anteriormente acontecer. As lojas estão vazias, as iluminações estão pobríssimas e repetitivas, já ninguém tem dinheiro para gastar em prendas, e cheiro a Natal... o que é isso? O único cheiro que sinto é o do bacalhau, e é o que está nos hipermercados à espera de ficar mais barato para ser comprado pelos pobres que desejam um simples Natal tradicional.

As televisões insistem na teoria de que as lojas, mesmo com a crise, estão a vender bem, mas a minha experiência pessoal diz-me que isso é uma grandessíssima peta. Parece um típico conto fictício de Natal...

“Era uma vez uma menina que foi a uma loja de brinquedos cheia de gente. Todos levavam carrinhos cheios de caixas e pagavam com notas grandes e cartões Visa. As empregadas davam entrevistas à televisão dizendo que este era o melhor Natal dos últimos anos...” Pára tudo! Já chega de ficção. Esta podia muito bem ser a história de “Alice no País dos Ricos”, e para quem vê os jornais das nossas televisões, Portugal corresponde exactamente às características desse país. Vivemos em dois mundos: o real e o televisivo. E mesmo que o que mostram seja verdadeiro, parece corresponder a uma realidade muito restrita e que se aplica a uma pequena minoria da sociedade portuguesa.

Sinceramente, gostava que tudo o que eu disse até agora tivesse sido também um conto de Natal, mas infelizmente é a triste realidade portuguesa que eu tenho esperança em que recupere. Um feliz Natal para todos!!

tags:
publicado por elrey às 12:45

link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De ? a 21 de Dezembro de 2009 às 17:51
Pobríssima não existe...É PAUPÉRRIMAS seu burro!
De elrey a 23 de Dezembro de 2009 às 00:35
Mais uma vez, para além de má-educação, burrice é de quem corrige o que está bem.
Queres tirar as dúvidas vai a qualquer dicionário que te dirá que ambas as formas estão correctas. Fica aqui o link de um blog que não deixa dúvidas: http://emportuguescorrecto.blogs.sapo.pt/14910.html

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Questionário Proust

. Cabine Internacional

. Minha Nossa Senhora...

. Alice no País dos Ricos

. Problemas de Higiene

. Função Pública e basta.

. Problema de quem?

. De novo o português...

. Português!?

.arquivos

. Julho 2010

. Maio 2010

. Dezembro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds